26.11.2014

Imposto de Renda para o CPTI

Imposto de Renda para o CPTI

Até dia 30 de dezembro, pessoas físicas podem destinar 6% do valor devido do Imposto de Renda e pessoas jurídicas 1% para o Fundo Municipal da Criança e do Adolescente (FMDCA)

Autorizadas por Lei, pessoas físicas e jurídicas podem destinar parte do imposto de renda devido a um projeto social, que atende crianças e adolescentes, via Fundo Municipal da Criança e do Adolescente (FMDCA). O contribuinte poderá escolher através do site do FMDCA o Centro Promocional Tia Ileide (CPTI), de Campinas, para ser a entidade a receber a doação. As doações poderão ser feitas até dia 30 de dezembro.

Para participar da Campanha de Destinação do Imposto de Renda o contribuinte que for pessoa física e faz a declaração no modelo completo, poderá destinar ao CPTI até 6% do imposto de renda devido, e para pessoa jurídica que faz a declaração com base no lucro real, poderá destinar 1% do imposto devido.

Para destinar o contribuinte deve acessar o site fmdca.campinas.sp.gov.br, fazer o cadastro, clicar em nova destinação, selecionar o CPTI para ser a entidade a receber a doação e escolher o tipo e valor da destinação. Um boleto será gerado para efetuar o pagamento, e em seguida um recibo do FMDCA será emitido e encaminhado ao endereço cadastrado. O recibo vale como comprovante para abater o IR devido na próxima declaração.

"O benefício do contribuinte é dar um destino sustentável para o imposto devido, colaborando com uma Instituição séria e comprometida no desenvolvimento dos trabalhos executados, aumentando a qualidade de vida de 525 crianças e jovens e 700 famílias em situação de vulnerabilidade social no Distrito de Nova Aparecida, em Campinas", explica a gerente de mobilização de recursos e comunicação do CPTI, Fabíola Cavalcanti.

Dúvidas podem ser esclarecidas através do site fmdca.campinas.sp.gov.br ou pelos telefones (19) 3781-8093 / (19) 7803-4443.

Sobre o CPTI

O CPTI Centro Promocional Tia Ileide, conveniado à Fundação FEAC, surgiu nos anos 1990 - período em que Campinas atraía, por sua economia, muitos migrantes em busca de melhores condições. A entidade iniciou seu trabalho com o atendimento de crianças. Nos dias atuais, continua oferecendo serviços de convivência e fortalecimento de vínculos a crianças de seis a 14 anos, adolescentes de 15 a 24 anos e seus familiares, e também, serviços específicos de atendimento para famílias e comunidade, da região norte do município. Através de um conjunto de atividades educacionais, culturais, esportivas, recreativas e de lazer, a entidade procura garantir mecanismos concretos de inclusão social, através de ações para fortalecimento da função protetiva da família, pautado na defesa e afirmação dos direitos no desenvolvimento de capacidades e potencialidades de todos os integrantes do núcleo familiar, para o enfrentamento das vulnerabilidades e situações de risco pessoais e sociais.




Postado por Alfapress Comunicações | 0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando...