10.10.2018

Início do plantio de soja: Por que certificar a produção?

Início do plantio de soja: Por que certificar a produção?

Recentemente, uma pesquisa da agência Reuters divulgou que o Brasil deve superar a marca de 120 milhões de toneladas de soja na safra 2018/19, com aumento de 2,8% da área plantada. Se concretizado, esse número representa um novo recorde, que ressalta a posição de liderança que o país possui na exportação do grão. 

A Associação Internacional de Soja Responsável (RTRS) trabalha continuamente para que a produção, o processamento e a comercialização da soja sejam realizados cumprindo os padrões mais rigorosos, transparentes e holísticos em matéria de certificação ambiental e social. 

Para se tornar um produtor RTRS e obter uma certificação, é necessário seguir os cinco princípios básicos: cumprir as leis e as boas práticas de negócios, oferecer boas condições de trabalho, respeitar e criar vínculos com as comunidades locais, cuidar do meio ambiente e adotar boas práticas agrícolas.

Os benefícios da certificação para os produtores são inúmeros, como a melhoria na gestão organizacional da propriedade, possibilidade de melhores negociações de financiamentos bancários, minimização dos riscos para a propriedade, melhoria na visão da produção rural frente à sociedade, identificação da produção certificada com reconhecimento internacional, melhoria na comercialização da produção agrícola, entre outros. 

Na próxima safra, a RTRS deve certificar quatro milhões de toneladas de soja no mundo e, em apenas quatro anos, o volume anual de soja certificada pela entidade mais que triplicou. Ou seja, a quantidade de soja produzida aumentou em vários milhões de toneladas, sem que essa produção causasse qualquer desmatamento. 

Acreditamos que os governos e o setor privado devem desenvolver incentivos e instrumentos econômicos para recompensar os esforços dos agricultores para conservar áreas de vegetação nativa, mesmo em locais onde a limpeza da vegetação é permitida. 

Podemos oferecer a solução, pois nosso compromisso com a abertura e com o trabalho flexível nos torna absolutamente fundamentais para transformação do futuro do setor da soja. A RTRS é reconhecida com uma importante ferramenta para que o produtor tenha maior rentabilidade e expansão dos seus negócios e para que as exportações de soja de qualidade cresçam e contribuam com a economia do país. 

Sobre a RTRS

Fundada em 2006, a Associação Internacional de Soja Responsável (RTRS) é uma iniciativa internacional pioneira formada pelos principais representantes da cadeia de valor da soja, como produtores, indústria, comércio, finanças e a sociedade civil. Os atores dessas diferentes áreas se reúnem em torno de um objetivo comum, garantindo o diálogo e a tomada de decisão por consenso. A missão da entidade é promover o uso e o crescimento da produção sustentável de soja e, por meio do Padrão RTRS de Produção de Soja Responsável, aplicável mundialmente, garantir uma produção ambientalmente correta, socialmente adequada e economicamente viável. É hoje o sistema mais confiável e avançado do mercado de soja brasileiro para alcançar a sustentabilidade. Atualmente a RTRS conta com mais de 190 membros dos países do mundo inteiro. Os princípios e critérios da RTRS são considerados um padrão multipartes que garante o Desmatamento Zero na produção de soja responsável. www.responsiblesoy.org/pt

Postado por Alfapress Comunicações | 0 comentários
Marcadores: RTRS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando...