10.10.2013

Para ser pecuarista é necessário ser rentável e rastreável!

Para ser pecuarista é necessário ser rentável e rastreável!

Para ser pecuarista é necessário ser rentável e rastreável!
Por José Annes Marinho; Engenheiro Agrônomo, Gerente de Educação da Associação Nacional de Defesa Vegetal - Andef.
Como há muito tempo ser um pecuarista tornou-se um desafio. Além das exigências feitas pelos consumidores, é preciso ser rentável em um curto espaço de tempo. Como já havia dito em outros artigos, o pecuarista não pode se dar mais ao luxo de deixar suas vacas com bezerros para desmame natural. Alguns amigos dizem "um bezerro no pé e outro na barriga" e tudo isso passa por planejamento, manejo e controle do rebanho.
No entanto, não basta todos os animais produzirem, é preciso controlar as despesas e saber o momento correto da venda. Para isso existe a internet. Muitos pecuaristas sequer fazem contas de quanto investiram no pasto A, B ou C. Muitos ainda persistem em vender bezerros, por exemplo, "de pé", ao invés de venderem bezerros por peso. Tenham certeza que muitos compradores adorariam ter bezerros com 1(uma)@ a mais que bezerros tratados naturalmente, ou seja, sem manejo. Isso lhes possibilitaria ter animais prontos para abate em menos tempo.
Outro ponto que tem dificultado a vida dos pecuaristas é o fator "rastreabilidade", não somente no consumo interno, mas também para a exportação. Grande parte dos países importadores de carne brasileira exigem a rastreabilidade e, infelizmente, poucos produtores a possuem. Como dizem por aí, a esperança é última que morre, e certamente logo teremos mais produtores com esta exigência cumprida, pois ela não é mais um nicho de mercado. Em breve, passará a ser uma regra básica para que a pecuária sobreviva.
De fato, ser pecuarista hoje em dia é tratar sua fazenda como se fosse uma fazenda que produzisse grãos, investimento em tecnologia, genética, pessoa etc. A pecuária atual não tem espaço para "achismos", ela precisa ser rentável e acima de tudo: ser rastreável. Desta forma teremos bons resultados e o risco da pecuária submergir diante do apetite dos sojicultores irá diminuindo com o passar do tempo.
Pecuarista: não basta ser rentável, é preciso ser rastreável! Sem estes dois itens, quem sabe não seja melhor trocar de atividade no futuro. Pense nisso!
Observação: temos foto, caso precise!

Sobre a ANDEFedu
A ANDEFedu é a área da ANDEF (Associação Nacional de Defesa Vegetal) destinada à educação, que se dedica a planejar, organizar, inovar, desenvolver novas formas de educar e levar a responsabilidade socioambiental e as boas práticas agrícolas aos campos brasileiros.
Sua missão é atingir, incentivar e ser referência ao empresário rural, a pesquisadores e à sociedade brasileira, por meio de métodos que formem multiplicadores da sustentabilidade, visando a uma agricultura forte e sustentável para o país. Para isso, a ANDEFedu produz há mais de 39 anos conhecimento técnico-científico e melhores recursos para adoção de boas práticas agrícolas na agricultura.
Por esse trabalho de cooperação e a constante busca por melhores técnicas, a ANDEF e suas associadas se encontram em lugar de destaque no meio rural e acadêmico. Seu pioneirismo, sua criatividade, seu ímpeto, possibilitam diversos e excelentes resultados ao empresário rural do Brasil: novas tecnologias, responsabilidade socioambiental, conhecimento, informação, produtos altamente eficazes e, acima de tudo, educação à família rural.
Acompanha a ANDEFedu nas redes sociais: http://www.facebook.com/#!/andef.edu?fref=ts ou https://twitter.com/andefedu

Postado por Alfapress Comunicações | 0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando...