22.02.2021

Produtora de Minas confirma potencial da Braquiária híbrida cv. Mulato II para Integração Lavoura Pecuária

Produtora de Minas confirma potencial da Braquiária híbrida cv. Mulato II para Integração Lavoura Pecuária

A Fazenda Rio Grande, localizada na cidade de Paracatu, no estado de Minas Gerais, trabalha com Integração Lavoura Pecuária há mais de 20 anos. Logo no início da atividade na propriedade rural, na década de 70, o foco da fazenda era a agricultura irrigada e a pecuária fora dessas áreas, porém, com o passar dos anos, a integração entre pastagem e lavoura foi realizada para integrar as duas áreas, diminuir os custos de produção e aumentar a escala de produtividade dentro da Fazenda. Atualmente é referência em tecnologia e capacidade de produção com o sistema.

 

Desde a safra 19.20, a Fazenda passou a utilizar a Braquiária híbrida cv. Mulato II, pioneira no mercado brasileiro. A forrageira é comercializada com exclusividade pela Barenbrug do Brasil, e traz aumentos de produtividade comprovados para sistemas de produção animal.  

 

Segundo Rowena Petroll, gestora da Fazenda e presidente da Irriganor (Associação dos Produtores Rurais e Irrigantes do Noroeste de Minas Gerais), a forrageira foi uma grata surpresa, e é utilizada para a renovação do pasto, “Com a Integração Lavoura Pecuária, começamos a cultivar soja e avançamos com o cultivo nas áreas de pastagem. Em três anos de tentativas e acertos, ajustamos a tecnologia do plantio da semente de capim sobre a soja e ficamos encantados com os resultados e benefícios que a tecnologia trouxe para a lavoura de soja e, principalmente pela lotação de gado que tivemos em uma área que antigamente era só agrícola”, reforça.

 

Mulato II é a braquiária híbrida pioneira no mercado e tem como principais benefícios a alta qualidade da forragem, elevada capacidade de perfilhamento e permite excelente produtividade animal.

 

“Dentre as diversas variedades de capim que experimentamos nos últimos anos, o Mulato II foi indiscutivelmente o que nos trouxe os melhores resultados. Por ser uma gramínea muito vigorosa na questão radicular, que nos dá uma massa de plantio fantástica. Nossa maior surpresa foi na lotação que conseguimos colocar na área que plantamos o capim sobre a soja. Logo no início, achamos a semente cara, comparada com o mercado, mas o que recebemos ao comprar não foi apenas a semente, recebemos um pacote tecnológico, incluindo assistência técnica personalizada na Fazenda. Ficamos felizes, pois nós produtores precisamos de soluções tecnológicas para continuarmos a evoluir, e não de problemas quando compramos uma cultivar”, finaliza.

 

A semente é comercializada com pureza mínima de 95% e com o tratamento Yellow Jacket®, exclusivo da Barenbrug. Além de fungicida, o Yellow Jacket® inclui inseticidas de amplo espectro, nutrientes e bioestimulantes que proporcionam maior proteção e velocidade de estabelecimento das plantas no pasto.

 

 

 

Sobre a Barenbrug do Brasil

A Barenbrug do Brasil é afiliada ao Royal Barenbrug Group, empresa familiar de quarta geração, pioneira e líder mundial no segmento de sementes forrageiras. Com mais de 800 funcionários, em mais de 20 países e cinco continentes, a missão da Barenbrug é incrementar a produtividade animal, ajudando a alimentar o mundo, além de aumentar o bem-estar em espaços verdes ao redor do mundo. No Brasil, somos especializados no melhoramento genético, na produção e no tratamento de sementes forrageiras para o Agronegócio e oferecemos ao setor soluções e cultivares de alto potencial produtivo. Para mais informações, acesse: www.barenbrug.com.br.

Postado por Alfapress Comunicações | 0 comentários
Marcadores: Barenbrug

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando...