11.01.2021

Viagem de moto em segurança: 4 itens do sistema de freio que não podem ficar fora da revisão

Viagem de moto em segurança: 4 itens do sistema de freio que não podem ficar fora da revisão

A revisão e a manutenção da moto é um procedimento que deve ser realizado periodicamente, principalmente antes de longas viagens. Ao levar a motocicleta em uma oficina de confiança, é possível verificar o funcionamento e eficiência de todo o sistema, prevenindo acidentes e possíveis falhas durante a condução. 

 

Segundo Raulincom Borges da Silva, coordenador de assistência técnica da TMD Friction do Brasil, cada peça possui um intervalo correto de troca e é essencial ficar atento a esses detalhes, além dos sinais de desgaste. “Através de um diagnóstico completo é possível analisar a funcionalidade de cada equipamento que compõe a moto, incluído todo o sistema de freio, e assim identificar se será necessário fazer reparos ou substituição de peças”, afirma.
 

Confira 4 itens do sistema de freio que não podem ficar fora da revisão: 


Pastilhas e discos de freio
As pastilhas e os discos de freio são responsáveis por gerar o atrito necessário para frear a moto, por isso é necessário que sejam verificados na revisão. A substituição de tais peças deve ocorrer caso estejam danificadas ou desgastadas, pois podem apresentar ruído, vibração e perda da eficiência da frenagem, prejudicando a dirigibilidade do condutor e até ocasionar acidentes.
 

Fluido de freio

O fluido de freio é um componente higroscópico, ou seja, durante sua vida útil ele absorve umidade e vai perdendo suas características. Através da revisão é possível medir o ponto de ebulição do fluido e até mesmo sua porcentagem de água e a partir dessa análise é possível descobrir se é necessário realizar a troca ou não. “O fluido de freio possui validade e por isso precisa ser substituído de tempos em tempos. É indicado que a troca do fluido seja feita a cada 10.000 km rodados ou um ano, o que vier primeiro”, afirma Raulincom.

 

Cabos

É necessário ficar atento às condições dos cabos de acionamento de freio, embreagem e acelerador. Eles precisam estar íntegros e correndo livremente dentro de seus tubos para que não se rompam, além de estarem regulados de forma correta.
 

Ajuste e regulagem
É recomendado consultar o manual da moto para conferir se não há folga no pedal de freio e no manete, é importante que o ajuste seja feito de acordo com as especificações para uma condução segura.

SOBRE A COBREQ

A Cobreq é uma das marcas do grupo TMD Friction, a maior fabricante de pastilhas de freio do mundo. A empresa desenvolve lonas, sapatas e pastilhas de freio abrangendo veículos das linhas leve, pesada e de motos. Localizada em uma área de 100 mil m², em Salto, interior de São Paulo, a fábrica representa uma das maiores unidades do grupo TMD Friction fora da Europa. Para mais informações, acesse www.cobreq.com.br .

 

Sobre o Grupo TMD Friction

A TMD Friction, um grupo da Nisshinbo Holdings Inc., é líder global na fabricação de pastilhas de freio para a indústria automotiva. Também fabrica pastilhas de freio a disco e lonas de freio a tambor para aplicações em diversos tipos de veículos. Seu portfólio de produtos também inclui pastilhas de freio esportivas, bem como materiais de fricção para esse segmento. A TMD Friction atende ao mercado global de peças de reposição por meio das marcas Textar, Nisshinbo, Mintex, Don, Pagid e Cobreq, além de desenvolver e produzir revestimentos de fricção para a indústria sob a marca Cosid. O TMD Friction Group tem quatro plantas fabris na Alemanha, além de outras unidades na Europa, nos EUA, Brasil, México, China e Japão. O grupo possui mais de 5 mil colaboradores em todo o mundo. Para mais informações, acesse www.tmdfriction.com.

Postado por Alfapress Comunicações | 0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando...